CarouselMJ

Sejam Bem vindos (a) ao MJCarousel.

Forum dedicado ao rei do pop Michael Jackson.
Faça parte desta união de amor ao melhor artista
de todos os tempos.

Registre-se e confira nossos tópicos e divirta-se.

Lembrem-se

Fãs de Michael Jackson nunca estão sozinhos!

Equipe MjCarousel

Bad

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

14052012

Mensagem 

Bad





Bad é o sétimo álbum de estúdio em carreira solo lançado por Michael Jackson pela Epic em 31 de agosto de 1987, que figura como a última das três colaborações do cantor com o produtor Quincy Jones. Nos anos 1980, recebeu críticas severas da imprensa e foi considerado pouco ousado na comparação com álbuns anteriores do astro, principalmente em comparação à Thriller, seu álbum anterior de 1982 — O mais vendido e bem sucedido de todos os tempos.

Em contrapartida, porém, foi bem recebido pelo público e vendeu 35 milhões de cópias em todo o mundo. Estreou em 1º das paradas de sucesso em 25 países (algo inédito para a época), e permaneceu, durante algum tempo, como o segundo disco mais vendido da história.

Um recorde de nove canções foram lançadas como compacto durante a divulgação de Bad. Cinco delas chegaram à primeira posição nos Estados Unidos: "I Just Can't Stop Loving You", "Bad", "The Way You Make Me Feel", "Man in the Mirror" e "Dirty Diana". Foi a primeira vez que um artista colocou cinco músicas de um mesmo álbum em 1º lugar na história da música, feito apenas igualado em 2011 por Teenage Dream, de Katy Perry. Uma sexta canção, "Another Part of Me", ainda chegou ao topo da lista de black music.

Grande parte da carreira de Jackson como um membro dos The Jackson 5/The Jacksons, ele e seus irmãos não tinham o controle criativo e não eram autorizados a escrever sua próprias músicas para seus projetos musicais. Quando Jackson começou a trabalhar em projectos de carreira solo, enquanto ainda era membro da banda, ele recebeu mais liberdade criativa em seus álbuns de estúdio Off the Wall (1979) e Thriller (1982), ambos foram grandes sucessos comerciais. Para Bad, Jackson teve a mesma liberdade criativa.[1]

Um dos álbuns anteriores de Jackson, Off the Wall, foi um sucesso de crítica, recebendo várias críticas favoráveis.[2][3] Foi também um sucesso comercial no mundo todo, vendendo mais de 20 milhões de cópias. O próximo álbum de estúdio de Jackson, Thriller, assim como Off the Wall, foi um sucesso comercial e de crítica, e Thriller já teria vendido 100 milhões de copias no mundo.[4]

Bad foi o primeiro álbum de estúdio lançado por Jackson após deixar o The Jackson 5 e o primeiro em um período de cinco anos.[5] Bad foi a terceira, e última colaboração musical entre Jackson e Quincy Jones. O álbum foi produzido por Jones, co-produzido por Jackson[6]. Michael começou a gravar demos para Bad poucos meses depois da Victory Tour com The Jacksons. A gravação aconteceu entre 5 de janeiro e 9 de julho de 1987.[6]

Jackson escreveu cerca de 60 músicas para o novo álbum, mas gravou trinta, querendo lançá-lo com um LP triplo.[1] Jones sugeriu que o álbum fosse cortado em um LP único de 10 faixas.[1] Quando O álbum foi lançado em CD, a faixa bônus, "Leave Me Alone", foi incluída.[6] Mais tarde, foi lançada como single. Jackson escreveu nove das onze músicas do álbum, as outras múscias foram creditadas a Terry Britten e Graham Lyle para "Just Good Friends" e Siedah Garrett e Glen Ballard para "Man in the Mirror".

Michael gravou o álbum em um período de três anos, se dedicando especialmente à composição. Nove das onze canções de Bad são de autoria dele. Entre os colaboradores estão Stevie Wonder, com quem Jackson divide vocais na canção "Just Good Friends", e Siedah Garrett, que canta com ele em "I Just Can't Stop Loving You".

No álbum, Michael experimentou escrever sobre temas bem inusitados. Algumas letras geraram polêmica. Em "Smooth Criminal", o astro relata a história de uma mulher vítima de violência sexual. Já "Dirty Diana" fala das groupies, jovens que tentam cultivar intimidade com ídolos em troca de fama e dinheiro. Muitos acreditavam que a Diana da canção era, na verdade, Diana Ross, com quem Jackson tinha cultivado amizade no passado e havia se distanciado.

A música "Bad" foi composta para ser um duelo musical entre Jackson e Prince. O astro queria aproveitar a suposta rivalidade entre ambos para promover a faixa. Prince recusou o convite, especula-se que ele não tenha gostado da letra da canção.

As cantoras Barbra Streisand e Whitney Houston foram convidadas para gravar o dueto "I Just Can´t Stop Loving You" e recusaram. Com receio de ouvir mais negativas, Quincy Jones optou por convidar a estreante Siedah Garrett.

A primeira prensagem do álbum continha uma versão de "I Just Can't Stop Loving You" diferente da atualmente conhecida. A música era mais longa e tinha uma introdução susurrada.

Quando foi lançado, Bad estabeleceu um novo recorde estreando na primeira posição da lista de mais vendidos em 25 países. Foi o álbum de Michael que vendeu mais rapidamente. A seguir, a tabela com as melhores posições de Bad nos principais países do globo. Ao lado, o número de semanas (consecutivas e não-consecutivas) que o álbum permaneceu como #1 em seu respectivo país.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Bad_(%C3%A1lbum)

________________
avatar
mila
Membro Carousel

Mensagens : 379
Pontos : 891
Reputação : 6

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Bad :: Comentários

Nenhum comentário.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum